FórumQue impactos têm estes parasitas gastrointestinais e pulmonares nos pequenos ruminantes?
Sandra asked 1 mês ago
Filipa Rodrigues replied 1 mês ago

Os parasitas internos continuam a ser um importante desafio à saúde animal e potencialmente causadores de grandes perdas na produção pecuária. A maior parte dos animais saudáveis alberga, de forma equilibrada, parasitas em maior ou menor grau, podendo haver variações consoante o animal e o seu estado fisiológico, o tipo de produção, o local de pastoreio, as condições climáticas e o maneio da exploração, entre outras. No entanto, se esse equilíbrio não estiver estabelecido, que pode acontecer em animais muito jovens e doentes e em animais muito parasitados, a infeção pode ter um impacto grave na saúde dos animais, como por exemplo, atraso de crescimento, perda de peso, e diminuição das taxas de prolificidade e fecundidade.

Filipa Rodrigues replied 1 mês ago

A expressão do parasitismo como condição clínica vai depender do número e da espécie de parasitas presentes, da sua virulência e da eficácia de resposta do hospedeiro, e do local de atuação do parasita. O grau de lesão e disfunção provocado pelo parasita determina o impacto, em termos de efeitos óbvios (clínicos), como por exemplo a diarreia, a desidratação, a dificuldade em respirar, a tosse e as secreções nasais, ou subtis (subclínicos). A doença subclínica é caracterizada pela diminuição das taxas de crescimento, redução de produção de leite e de lã, e fraca condição corporal. Embora possam ter uma apresentação menos dramática, estas perdas insidiosas podem envolver um grande número de animais por longos períodos, resultando em importantes perdas na produção com grande impacto para o criador de pequenos ruminantes.

Your Answer

11 + 12 =